domingo, 26 de abril de 2009

Enroladinho de queijo


Ainda na vibe do forno eu resolvi fazer uma peripécia essa semana: Enroladinho de queijo minas meia cura. É importante falar sobre o queijo. Não é um simples queijo minas. Ele É de Minas, e isso faz toda a diferença.

Eu comprei na loja de Doces Zebu, (rod. uberaba delta km 5). Esse lugar é o paraíso do Caipira. Tem mussarela de nozinho feita no dia, purê de pequi, queijo trança curtido no vinho, provolone recheado com lingüiça, todos os tipos de pimentas em conserva e o melhor queijo minas da história dos queijos. Agora que eu já conytei vantagem, vamos voltar ao enroladinho.


Ingredientes:

1 colher (sopa) de açúcar
1 tablete de fermento biológico fresco (15g)
5 colheres (sopa) de água
1 colher (sopa) de manteiga
1 ovo e 2 gemas (para pincelar)
1 copo americano d leite morno (ou 3/4 de copo "de requeijão" de leite)
1/2kg de farinha de trigo
1/2kg de queijo cortado em tiras

Preparo

Misture o leite morno, o açúcar, o fermento, a água, a manteiga e um ovo. Junte a farinha aos poucos, mexendo até soltar-se das mãos. Deixe descançar para crescer. Abra a massa com um rolo, corte em tiras e enrole em torno do queijo. Feche bem as extremidades para que o queijo não vaze.

Espalhe os enroladinhos numa assadeira untada com óleo e farinha. Pincele com a gema batida. Leve para assar em forno pré-aquecido a 200°C.

2 comentários:

Anônimo disse...

Nossa, tava um pecado enorme!

sília

gremunhoz disse...

Senhor, aquela narrativa do Doces Zebu (olha o nome), quase me faz esquecer dos enroladinhos. Eu ADOURO lugares desse tipo. Coisa de gaúcho também. Em território mineiro mesmo foi que conheci as mussarelas de nozinho e fiquei fã FOREVER.