terça-feira, 31 de março de 2009

Ps.: Pequi!

Só pra compartilhar: no último domingo EU FIZ PEQUI!!!!
Quem não comeu, não viveu!
Bjos

quinta-feira, 26 de março de 2009

#Fail: camarão que vira bolinho


Bom, eu tava com vontade de comer camarão. Fui no Lugar de Gente Feliz e comprei uma daquelas bandejinhas congeladas. É, a idéia é ruim, eu sei. Mas eu tava com vontade e comprei assim mesmo. Só que ao descongelar, lógico, vi que eram camarinhos. Nem pra molho ia servir.

Daí que eu decidi que salvar o dia CQC. Com vocês, o bolinho de camarão pobre life style! Que óbvio, não é o do Veloso! Mas engana.

Ingredientes
Camarões congelados de quinta categoria
Ovos
Farinha de trigo
Tomilho limão (ou qualquer erva que o valha)
Alho
Sal
Pimenta
Óleo pra fritar a bagaça

Preparo

Refogue o camarão no azeite com os temperos. Se tiver um processador, triture-o. Caso contrário, foda-se. Não fará muita diferença afinal, ele já é ridiculamente pequeno. Misture os temperos e o ovo, ou ovos. Depende da quantidade de crustáceo que você estiver manipulando. Vá acrescentando farinha pra dar aquela liga que todo bolinho deve ter.Pronto!

Coloque uns dois dedos de óleo numa frigideira e deixe esquentar beeem. Pegue duas colheres de sopa e vá fazendo os bolinhos, passando de uma colher pra outra até que eles fiquem num formato descente. (tô devendo um vídeo com essa prática). Ele fica meio mole mesmo. Até porque se ficar firme demais vira bolinho de farinha. E coloque direto na frigideira.

Esprema um pouco de limão em cima e coma.

Ps.: essa tática serve para aproveitamento de milhões de coisas. Carne moída, carne seca, legumes etc.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Beringela, mais conhecida como Alien

Ainda na nóia do projeto "salvar o fígado a qualquer preço, mas com sabor" eu comprei legumes, muuuuitos legumes. Uma berinjela, uma abobrinha, uma cenoura, uma beterraba, um maço de couve e outro de espinafre.

Ok, a couve eu comi com a feijuca congelada da Gabi e o espinafre também (vide receita anterior), a cenoura idem (tá, eu conto). Já a beterraba a Marinete jogou fora (tava mais enrugada que a Tônia Carreiro). Mas o resto eu salvei! E vou contar como nessa receita de antepasto (há!) de berinjela.

Ingredientes
1 berinjela (há! De novo)
1 abobrinha (chega de há!)
1 pimentão amarelo (é tinha um pimentão. Do amarelo porque o vermelho é so much expensive. Tipo 7 conto o quilo no Lugar de Gente Feliz)
Uvas passas (são carinhas também, mas eu as amo e sempre compro)
Shoyou
Azeite
Vinagre (balsâmico, pq é melhor, mas se não tiver foda-se vai de Castelão mesmo)
Alho
Cebola (não coloquei)
Sal e pimenta a gosto

Preparo
Corte a berinjela e a abobrinha em tiras. O mais fino que sua coordenação motora permitir. Numa travessa misture os legumes com um pouco de vinagre, azeite, sal, pimenta, alho e shoyou. (Nessa hora que vai a cebola.) Cubra com papel alumínio e leve ao fogo. Quando já estiver tudo beeem mole tire o papel alumínio e deixe dar uma reduzida.

Simultaneamente, (ó) asse também o pimentão, mas separado com um pouco de azeite para soltar a casca. Quando este estiver molinho e murcho descasque (é pra sair fácil, se tiver difícil, é porque não tá no ponto). Corte-o em fatias também e junte à mistura.

Deixe secar mais um pouco no forno. Depois tire e acrescente mais um pouco dos temperos se for o caso. Por fim, junte as uvas passas. Não se assuste com a aparência. A beringela escurece e fica molenga com sementes no meio. Mas eu JURO que é gostoso!

Deixe esfriar e coma com tudo que vc quiser. Mas o bacana mesmo é com torradinhas ou pão italiano. Eu comi com pão de forma 7 grãos porque virei viada.

A berinjela é tão feia, mas tãaao feia, que tive que enfeitar pra foto.

terça-feira, 17 de março de 2009

Up date: Uvas passas

Então gente, só depois que eu vi que não citei as passas na receita anterior. Pois é, os pontinhos prtos na foto são uvas passas. Mas você só põe se tiver e quiser, como todos os ingredientes desse blog.

Eu particularmente amo doce + salagado tudo junto misturado.
\o/

domingo, 15 de março de 2009

Penne com molho de espinafre


Gente, desde que eu criei esse blog tenho pensado bem mais em cozinhar. Tudo virou justificativa para blogar. E como a minha alma é gorda eu só penso em comidas suculentas e calóricas. Mas né minha gente, nem só de gordura trans se vive um ser humano.

Por essas e por outras eu agora estou investindo no hortifruti. Segue a primeira receita leve do Sem Medida.

Ingredientes
Massa tipo penne
1 buquê de espinafre
Margarina
Leite
Amido de milho
Sal
Cheiro verde
Noz-moscada
Gengibre em pô

Preparo
Cozinhe o macarrão al dente. Em paralelo, ferva uma quantidade de água suficiente para dar uma leve cozinhada (coisa de 2 minutos) nas folhas de espinafre já picadas. Escorra a verdura e esprema até que saia quase toda água. Não se assuste o espinafre reduz loucamente depois de cozido.

Numa panela a parte derreta a margarina e refogue o espinafre com os temperos. Acrescente o leite e o amido de milho. Para evitar que empelote, você pode misturar num copo o amido em um pouco de leite. Depois despejar a mistura na panela sem parar de mexer. Deixe ferver até que engrosse. Confira o sal.

Desligue o fogo e misture o molho à massa. Coloque a mistura num refratário. Salpique queijo parmesão e uva passa sobre o prato e leve ao forno para gratinar. Mas só por alguns minutos. A massa já está cozida e pode passar do ponto.


Mas ó, isso tem nada a ver com emagrecer. A idéia é só comer melhor.