segunda-feira, 31 de agosto de 2009

#Fail Quiche que virou omelete

Tudo começou com a idéia de fazer várias mini quiches portáteis para levar por aí e até arriscar uma venda pra complementar a renda. Mas sabe aquele diz que tudo que você se mete a fazer dá errado? Então. Faltou manteiga para a massa e eu completei com uma colher de óleo. FAIL! A massa ficou translúcida de taaaanto soltar óleo. Para não jogar o rechei da quiche fora e não ccorrer o risco de estragar mais alguma coisa eu apelei pro simples e fiz um omelete que acabou ficando fantárdico.

Ingredientes:
Os queijos que você tiver na geladeira
Ovos
Nóz moscada
Alho ralado
Sal e Pimenta a gosto
Cheiro verde

Preparo

Bata os ovos, misture os queijos ralados. Junte os temperos: noz moscada, pimenta, sal, cheiro verde. Aqueça uma frigideira com um fio de azeite. Despeje a mistura na panela e tampe. Quando começar a ficar firme no fundo é hora de virar. E aí é que fica bom. Virar é sempre um saco pra pessoas estabanadas como eu. Se não conseguir pegue um prato, vire o omelete nele e depois devolva-o à panela com a parte tostada pra cima. É um truque válido que pode evitar danos ao fogão e a perda do alimento em questão. Depois disso é só servir. É bacana pra companhar saladas e super sustenta.

domingo, 23 de agosto de 2009

Carne na cerveja com arroz biro biro

Essa é um clássico da azuleijisse. Não tem como fazer pouco, muito menos comer pouco. Logo, você deve reunir alguns retirantes quando for fazer. É ideal pra reuniões, porque você não precisa ficar em cima do fogão. Põe na panela e já era. O problema é que é na panela de pressão. O que pra mim é o mesmo que bomba socialmente consentida.

Ingredientes

1 peça de carne de mais ou menos 1kg, dependendo do tamanho da sua panela de pressão. (eu usei maminha, mas como vai rolar uma pressão no álcool pode ser qualquer carne, até coxão duro)
1 lata de cerveja (se formais carne, mais cerveja. O líquido deve cobrir a peça)
Uma lata de molho de tomate pronto
Alho
Cebola (opcional)
Sal
Pimenta
Batatas


Preparo

Coloque um fio de óleo no fundo da panela e frite um pouco o alho e a cebola. Acrescente a peça de carne e deixe selar dos dois lados. Depois acrescente o molho e cheque o sal e a pimenta. Cuidado. Molho pronto já tem sal e quando a carne cozinhar o líquido vai reduzir e ficar ainda mais salgado. Despeje a cerveja e tampe a panela. Geralmente 45 minutos são suficientes para a carne cozinhar. O ponto é aquele em que ela desfia ao puxar com o garfo.
Depois de cozida retire a peça e reserve num refratário. Corte batatas em pedaços grandes (eu coloquei com casaca e tudo, mas se preferir descasque)e coloque pra cozinhar no molho da carne, leva uns 20 min.
Pronto, dá pra servir só a carne com as batatas, mas eu gosto de fazer o arroz Biro Biro pra acompanhar. Mas só vou contar como faz no próximo post. Por hora, comam com arroz branco mesmo. Há!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Torta fluf de arroz com sobras de geladeira


Eu andei errando arroz. É, dos ultimos três que fiz TODOS deram errado. Um deles até deu pra acompanhar a feijuca da mãe da Camis. Os outros foram para um pote na geladeira até que eu decidisse o que fazer. É, eu detesto jogar comida fora. Mesmo.

Daí que eu tinha que fazer meu almoço e pensei: é a hora de desovar esse arroz. Mas não queria bolinho, porque não queria fritar nada. Dei uma busca no Google e tudo que eu vi me agradou mais ou menos. Decidi inovar, como já era o resultado de um erro se desse certo era lucro. E nãoé que deu, minha gente! Nasceu a super torta bolo de arroz velho com sobras de geladeira. A massa ficou super hiper fluf nuvem e mega saborosa!

Ingredientes
Arroz velho que deu errado
2 ovos
Farinha de trigo
Leite
Sal
Noz moscada
Alho
Pimenta dedo de moça

Recheio

Presunto
Queijo
Champignon
Ou qualquer sobra de frios, legumes, bacon, atum, ervas. Qualque coisa mesmo que você tenha em casa.

Preparo
Coloque o arroz velho no liquidificador, os dois ovos, um pouco de farinha de trigo (coisa de uma colher de sopa no máximo), leite (mais ou menos uma xícara). Bata bem. A ideia é triturar o arroz e fazer uma massa meio pastosa. Se o seu liqui é fraco como o meu, vale parar e dar uma força com um colher. Por último, acrescente um colher de fermento químico (tipo o pó Royal) e mexa com a colher, evite bater.

Pegue um refratário, unte com éleo e farinha de trigo. coloque metade da massa no fundo. Pique os ingredientes do recheio. Eu coloquei presunto picadinho, queijo prato ralado, uma sobra de parmesão e outra de champignos. Bati um ovo com a pimenta dedo de moça sem as sementes e espalhei por cima (fiz isso pq ele sobrou e eu não ia deixar o pobre ovo solitário na geladeira).

Cubra com o resto da massa e salpique mais queijo ralado em cima. leve ao forno 180º por certca de 30 minutos. Ela vai crescer um pouco e ficar bem dourada em cima.

No caso de recheios mais leguminosos, acho que o ideal é refogá-los antes pra tirar um pouco da água. Se não pode desandar a massa. Vou testar com outros recheios e logo memos compartilho com vocês.

Ps.: essa vai ter que ser no olho. Qualquer dúvida me mandem e-mails.

sábado, 15 de agosto de 2009

Enroladinho de salsicha

Abri a geladeira na semana passada e só tinha salsicha. Pois é, geladeira pooobre. Para dar um contexto diferente ao embutido em questão, decidi fazer enroladinhos. Daqueles que vende em cantina de escola. Sem contar que eu tava bem afim de amassar a cara de alguéns, mas né? Em vez disso fui sovar massa. O alívio é o mesmo e a consequência é bem melhor:



Ingredientes
1/2 kg de trigo
2 pacotinhos de fermento para pão
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sobremesa) de sal
3 colheres (sopa) de óleo
2 ovos
1 xícara (chá) de leite morno
1/2 kg de salsicha
1 gema para pincelar

Preparo

Junte a farinha de trigo, o açúcar, as gemas e o óleo. Em outro recipiente desmanche o fermento e o sal no leite morno. Acrescente a mistura anterior e misture até ficar mais homogêneo e firme. Ela tem que desgrudar da mão. Vá abrindo a massa aos poucos com um rolo de macarrão. Tem gente que corta a massa aberta em discos que vão abraçar a salsinha. E prefiro fazer tiras e enrolar em volta.O tamanho da salsicha, há! Vc escolhe. Eu usei uma lava normal e um restinho de uma com queijo da Sadia. Os dois ficaram ótemos.

Pincele os enrolados com um ovo batido e leve ao forno (180º C) por uns 40 minutos. Mas fique esperto na cor. Quando dourar em cima já está bom. Essa massa fica extremamente macia.

Ps.: eu já tinha feito o enroladinho de queijo. Mas a massa desse é bem melhor.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Pão de queijo no linquidificador


Ingredientes

1 xicara de óleo
1 xicara de leite
3 ovos
100g de queijo mussarela
500g de polvilho azedo
uma colher(café) de sal

Preparo

Bata o óleo, o leite, os ovos o queijo e o sal no liquidificador até ficar homogêneo. Depois vá acrescentando aos poucos o polvilho até que a massa ganhe consistência mais densa. Tenha cuidado porque a massa vai ficar cada vez mais pesada e forçar o liquidificador. O ideal é ajudar a misturar com uma colher.
Apesar de grossa, essa massa é mais para líquida logo, não dá pra enrolar com a mão. Use uma colher para encher as forminhas. Mas unte-as com óleo e farinha de trigo ou forre com papel manteiga antes. Leve ao forno por cerca de 20 minutos em temperatura alta. Se ficar mais tempo fica mais moreninho e crocante. Vai do gosto do freguês!

domingo, 2 de agosto de 2009

Cação com creme de mandioquinha

Essa eu comecei de um jeito e fui mudando ao longo do preparo. Mas ficou uma géliça. E bem mais leve que as outras receitas de peixe que eu costumo fazer.



Ingredientes
Cação em postas
Tomate
Mandioquinha (batata barôa)
Alho
Sal
Azeite
Pimenta dedo de moça
Cheiro verde
Creme de leite fresco (se não tiver pode ser leite mesmo)

Preparo
Tempere as postas do peixe com sal, azeite e a piementa dedo de moça. Se você não gosta de muuuita picância é só retirar as sementes da pimenta. Vai ficar bem suave. Espalhe as postas num refratário e acrescente os tomates picados em quatro pedaços grandes. Leve ao forno médio.

Coloque as mandiquinha pra cozinhar em água salgada até ficar beeem mole. bata no liquidificador com o creme de leite ou leite. Acerte o o sal. O creme esetá pronto.

Retire o peixe depois de uns 25 minutos e escorra a água q ele soltou e os tomates soltaram. Se quiser esprema um pouco de limão em cima deles, agora que já estão cozidos só para dar sabor. Cubra com o creme, salpique cheiro verde e retorne ao forno para que eles dêem uma entrosada. Há!

Sirva com arroz branco e salada verde.