sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Champ com lombinho


Daí que no sábado de manhã eu vejo o Jamie Oliver e fico exercitando a minha capacidade de auto gerar fome. E eu gero. E não importa a cagada que ele faça eu fico com vontade de comer. E como é sábado fica mais fácil mandar ver.
Foi o caso desse purê de batatas estilizadinho típico da Irlanda que chama champ. Par mim é purê mesmo! E pra "acompanhar" o purê eu assei lombinho!

Ingredientes:
batata inglesa
cebolinha
Mais ou menos 1/2 xícara de leite
E manteiga do tanto que vc queiser (tá, umas 100gr)
Sal

Preparo
Cozinhe as batatas no sal até ficarem macias, por uns 15 min. Depois escorra e amasse para formar o purê, mas deixe uns pedacinhos inteiros pra dar emoção. Pique bem a cebolinha. Em uma panela coloque o leite com metade da manteiga e da cebolinha. Aqueça até a manteiga derreter. Desligue o fogo e acrescente o resto da cebolinha. Não deixa a cebolinha perder o tom verde. Misture o purê de batatas e mexa bem. Acrescente o restante da manteiga no topo do purê pra formar um laguinho. Se você tiver numa vibe saudável pode servir com folhas de agrião.

Para assar o lombinho veja a receita.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Quibe assado goiano



Essa receita é meio que trucada da minha parte. É porque como todo bom caipira, eu, quando visito a terrinha volto com uma matula digna de retirante. Geralmente trago coisas que aqui não encontro como pequi, linguicinha de frango e pernil e massa de quibe. Sim, tem liguiças aqui, mas não são como essas. E o mesmo vale para a massa de quibe. Mas também, na falta da massa goiana, não existe mistério. Vamos lá.

Ingredientes
1kg de carne moída
500g de trigo para quibe
cebola picada
tomate
hortelã
sal
pimenta de bode
azeite de oliva
muito queijo
Alho

Preparo
Coloque o trigo de molho na água e deixe descansar por meia hora no mínimo. Ele vai ficar inchadinho e molinho. Depois escorra a água e esprema até sair tudo. Junte a carne, hortelã, cheiro-verde, suco de limão, azeite, sal e pimenta, muita pimenta. Misture tudo bem, até virar uma massa uniforme. Coloque metade dessa massa em um refratário untado com azeite.

Corte os tomates em rodelas e leve ao fogo com alho e alguams folhas de hortelã só pra dar um susto. Coloque esse molhinho sobre a camada do quibe e cubra com todo o queijo que você puder suportar. Depois cubra com o restande da massa. Regue com um pouco de azeite e leve ao forno médio pra assar. Uns 30 minutos basta, se não fica muito seco.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Saideira e nada da gente sair?


Quermesse de botecos! Essa foi a feliz definição que a Braun Café lançou no meio da Festa da Saideira, a final do concurso Boteco Boehmia, de melhor pitixco de boteco da city. E é bem isso mesmo. Um monte de boteco reunido lá no Moinho Eventos, muita cerveja, samba e calor. Pra mim, o ambiente perfeito. Isso sem contar os petiscos e show do Paulinho da Viola que fechou o evento. Se eu tivesse morrido ali, teria morrido feliz.

E como o objetivo da festa é a eleição do petisco campeão da cidade, vamos ao resultado. O escolhido como o melhor Petisco da cidade foi o Pirulito de Rabada no Caixote - bar Veríssimo. É gostoso, mas no meu coração não é o melhor.

O segundo lugar ficou com o petisco Sousplat de vol-au-vent, do Justo, lá de Santana. Bem gostoso também, mas ainda não é meu preferido. E em terceiro o Cone de Baião no Varal, do Botica do Quintana, esse, entre todos que experimentei, foi o melhor. Mesmo achando ele meio instalação.

Vou descolar as receitas e passar por aqui pra ver se vocês ficam com vontade.